Dessa vez, mesmo sem nunca ter estado na Toscana, tenho uma grande participação. Quase uma presença!

Ok, vou explicar: Há cerca de três meses, amigos meus me falaram que estavam indo de férias para a Europa. Uma semana em Portugal e 12 dias na Itália, com direito à tour pela Toscana. Eu, louca por viagens que sou, já perguntei logo o roteiro. E, qual minha surpresa??? Sem roteiro, sem hotéis, sem informações de passeios, sem lenço e sem documento (só com os passaportes, Dio Mio !!!) Não cai de costas porque estava sentada e encostada. Mas, choquei!!!

Prontamente, como uma boa amiga, coloquei à disposição meus dotes de consultora, guia, investigadora, curiosa, nerd e tudo mais que precisava para fazer um roteiro à altura do lugar (Portugal vou deixar para outra ocasião. Vou me ater à Itália). Acho que consegui. Pelos menos eles voltaram sãos, salvos e felizes!!! O feedback foi ótimo!

Parti de Milão, ponto inicial deles e a cidade de minha única e curta experiências na Itália. Para os demais locais, contei com a ajuda de pessoas que estiveram por lá, sites, livros, revistas, programas de TV. Enfim tudo que pudesse me ajudar. Adoro essas coisas!

Voltando: Saíram de Milão (aqui no blog já tem um post exclusivo de Milão. Para acessá-lo vá em  https://cidadadomundoonline.blog/2018/10/14/o-glamour-de-milao/) e seguiram rumo à Roma, seu ponto de chegada para depois voltar para Lisboa.

Seguiram pela Toscana, dispensa qualquer tipo de apresentação. Quem assistiu “Sob o Sol da Toscana“(Under The Tuscan Sun), filme lindo com Diane Lane, sabe muito bem do que estou falando. Campos verdes, estradas bucólicas, fazendas, vinhedos, castelos….Um encanto!

Meus clientes/ amigos/ turistas/ felizardos passaram por Parma, Florença, Greve in Chianti, Arezzo, Volpaia, Montepuciano, Cortona, Poppiano . Pelas fotos abaixo acho que já dá para ter uma ideia do que tudo isso se trata. Lindíssimo, bem cuidado. Fora aquela hospitalidade italiana acompanhada de boa comida e vinho… “Mangia che te fa bene“, soa como poesia para meus ouvidos.

Entre as minhas sugestões aprovadíssima, o La Farina Apartment em Florença foi onde eles ficaram. Para quem vai ficar pouco tempo na cidade cheia de coisas para ver e fazer, não é aconselhável ficar muito longe do centro histórico. Esse apartamento fica há apenas 1,9 KM de distância do centro e acomoda 4 pessoas com conforto. Na época que pesquisei a diária era R$1.600,00. Para quatro e em se tratando de Itália, é bem razoável!

Em Greve in Chianti sugeri a Enoteca Falorni! Também aprovada com louvor. Além da boa comida, oferece uma wine tour com 100 rótulos a serem degustados. Tudo sob a batuta do anfitrião Stefano. Segundo os sites de viagem e meus amigos, uma simpatia de pessoa!

Os Castelos di Fezzana e Sonnino Montespertoli são obrigatórios!!!

A impressão deles na volta foi a melhor possível.

Finalizaram em Roma. Capela Sistina, Coliseu (fechado), Fontana di Trevi. Ficaram somente dois dias. Vou ser sincera: não gostaram muito. Turistas demais, muita bagunça, muito barulho. Talvez eles estivessem cansados da longa viagem ou ficaram com a ótima impressão da bucólica Toscana e se assustaram com o agito de Roma. Pode ser!!! Mas se sentiram aliviados quando embarcaram no Airbus da TAP rumo de volta à Lisboa!!!!!

Dicas:

  • Alugue um carro pequeno. Todas as cidades são medievais, portanto as ruas são estreitas. Terá que parar o carro muito longe se ele não passar pelas ruas. A viagem ficará cansativa demais.
  • Em cada região, escolha um hotel-base e fique uns dois dias por lá viajando somente nas redondezas. Assim não precisa carregar a bagagem o tempo todo.
  • Cuidado com o clima. Mesmo ainda estando calor na Europa, a Toscana é sempre gelada!
  • Reserve no mínimo 10 dias para a viagem. Não faça com pressa. Perderá muito da paisagem , pessoas, clima amistoso!
  • Prestigie o comércio local com muita vontade e sem restrições. A Itália não é lugar disso. E, na Toscana, isso significa tomar um belo Chianti e um Brunello direto da fonte!!!! (Cuidado . Não dirija depois de beber. Deixe para tomá-los nas cidades onde for dormir!)
  • Não economize nas fotos…. Jamais!!!!

E, por falar em fotos……. Eis o que prometi. Divirta-se e sonhe.

Já sei…. São muitas!!!! Mas, como editá-las???? Acreditem-me, exclui várias (muito à contra gosto!).

Sites relacionados:

http://www.enotecafalorni.it/

http://www.lafarinaapartments.it/en/

https://www.flytap.com/pt-br/

Deixe seus comentários! Críticas, opiniões e sugestões serão bem vindas!!!! Obrigada.

Under the Tuscan Charming (and sun)!

I have never been in Tuscan, but my participation in this trip is huge.

Ok, I will explain it: About three months ago some friends of mine told me they were about to go to Europe. It woulb be one week in Portugal and 12 days in Italy, with a tour by Tuscan. I am crazy about travel, so I asked them their schedule. And, what a surprise!!! No schedule, no hotels, no information… nothing (only passports, My God!!!). I almost collapsed!!!!!

By a sudden I offered myself to help them. I used all my knowledge and information to make a good schedule for my friends.(Portugal I will explain later. Here I will talk about Italy). I think I did a good job. Their feedback was greatful!

My beggining was in Milan. The only city I know in Italy and the place where they began their journey. For further I use information from books, internet, magazines, TV shows and asked other friends who were there before.

They started in Milan and headed to Rome through Tuscan. After Rome, their final point, they went back to Lisbon.

About Tuscan, it is hard to say… words are not needed. Who watched “Under The Tuscan Sun”, amazing movie staring Diane Lane, knows what I am talking about. Green fields, quite roads, farms, wineries, castles…. A dream!

My tourists/happy/friends visited Parma, Firenze, Greve in Chianti, Arezzo, Volpaia, Montepulciano, Cortona, Poppiano. Look at the pictures and you will realize what all this means. So neat and beautiful. Besides the italian well known hospitality, plus good food and wine… “mangia che te fa bene” sounds like poetry to my ears.

One of my suggestions was La Farina Apartment as hotel in Firenze. It is near the historical center. A very good idea for who will stay a short time in the city. Can not waste time. It is 1,9 kilometer from center and it is for 4 people. Price Us$400,00 per day. Talking about Italy and split in 4, it is a good price!

In Greve in Chianti my suggestion was to dinner in Enoteca Farloni. They loved it. 100 wine lables to be tasted. The hostess is its owner, Stefano. A very kind italian dude.

You must visit Fezzana Castle and Montespertoli Sonnino Castle!

My friends impression in return to Brasil was the best!

Rome was the end of the journey. Sistina Chapel, Coliseum, Fontana di Trevi. They spent 2 days over there. To speak the truth, they did not like Rome very much. Too many people, too noisy, a mass. Maybe they were tired after so many days in the road or they were in a Tuscan mood and got scared with the Rome trouble. It is possible. But they got reliefed when they flew back to Portugal in a TAP airbus!

Tips:

Rent a small size car. The cities are very antiques and the streets are tiny. A big car does not fit. You will need to leave the car very far and walk too much. You will get exausted.

In each part of Tuscan choose a hotel and stay at least 3 days traveling around. This way you do not need to carry all the lugagge all the time.

Tuscan is cold even in the Summer. Be prepared.

You need at least 10 days to make Tuscan. Do not hurry. The place deserves to be seen slowly.

Buy, eat and drink the local stuff. Do not safe. Italy is not the location for that. Choose to drink a original Chianti or Brunello in the cities where you are going to sleep. Do not drive after drinking.  Be careful!

Lots of pictures…. please!