Para falar da Concha Y Toro qualquer elogio será redundância. Tradicional, clássica! Faz parte do roteiro de todos que visitam o Chile. Descrevê-la como algo menos que sensacional, seria cometer uma injustiça!

Porém, tenho um parêntese a acrescentar. Duas pequenas críticas pertinentes: primeira, nosso guia, Theo, não estava (digamos) num bom dia. Isso não desanimou a visita, mas um pouquinho mais de simpatia não faria mal! E, durante o tour, tivemos 3 estações de degustação. Fantástico! Porém, a taça, que é dada a nós no final, já é entregue logo na primeira degustação. Ou seja, eu tive que fazer o tour segurando a taça, o celular, a câmera, óculos de sol e de grau… Parecia um polvo equilibrista!! Muito desconfortável. Todos reclamaram. Nas outras vinícolas, a taça só foi entregue no final. Faz mais sentido!!

Tirando esses detalhes, a Concha Y Toro é impressionante. Também localizada na região do Maipo, assim como a Undurraga, o solo vulcânico generoso permite o cultivo de vários tipos de uvas.

A produção é a maior da América Latina, 700 milhões de litros/ano. Dá para os discípulos de deus Baco se afogarem!!!!

Hoje faz parte de um conglomerado empresarial e sua produção de larga escala é totalmente automatizada. Mas a arquitetura rústica e o clima de fazenda foram mantidos. Um charme!

E, como não poderia deixar de ser, o grande momento foi a gruta Del Diablo…. El Casillero!!!! Que emoção. Há 5 anos prometi que iria lá…. e fui! Promessa paga! Clima macabro, gruta escura, voz grave ao fundo e a imagem do dito cujo! Inesquecível.

A lenda foi criada para assustar os funcionários que, além das uvas, estavam cultivando o estranho hábito de subtrair garrafas da adega. A solução foi protegê-la com uma entidade poderosa… Funcionou!!!!

Hoje a atração está à altura de qualquer parque temático. E olha que eu conheço muitos!!!

Compensa o pequeno desconforto no início do tour.

Obs: encarei El Diablo sem quebrar a taça. Sou durona!! (risos)

Mas uma vez conheci pessoas de várias regiões do Brasil e Argentina. Foi muito divertido.

A loja ao final do tour, embora cara, tem souvenirs lindos. Me limitei a um cachecol de $5mil (R$30,00), mas têm vinhos, chapéus, gorros, casacos que vão até $100mil (R$600,00). Ai depende do bolso e empolgação dos visitantes.

A Agência Nosso Chile também me proporcionou esse passeio. O valor foi de $25 mil (R$150,00).

Pensam que eu cansei de tomar vinho???? Jamais…. Ainda tem mais uma vinícola espetacular!!! Coragem…