Ok, já sei! Você deve estar falando: “Qual surpresa???? Vinho do Porto é o Tawny ou o Ruby e se toma como digestivo!”

Pois bem, esqueça tudo que você acha que sabe sobre Vinho do Porto. Deleta! Começa do zero como se nunca tivesse tomado um. Porque, se realmente essa é a sua ideia de Vinho do Porto, na verdade, você nunca tomou!!! Como eu.

Aprendi isso numa “aula prática” dividida em cinco fantásticas etapas que vou te mostrar agora. Me acompanhe e no final voltamos a conversar!!!!

Parte I: Vinho do Porto Branco (Sim, ele existe!!! E é maravilhoso.)

Provei de duas maneiras. Através de um Porto Tonic Drink, que foi criado para o grupo dos amantes de Gin que já caiu de moda na Europa. O Porto Tonic consiste em 50% Vinho do Porto branco e 50% água tônica; acrescidos limão siciliano, hortelã e gelo. Refrescante e delicioso. Harmonizou com queijo de cabra que é um pouco gorduroso. Ficou perfeito!

Também provei o branco puro. Tão bom quanto!!

Parte II: Tawny

Encorpado. Com uma cor linda e um aroma que mais parece um perfume. Harmonizou com as castanhas e damasco.

Parte III: Um LBV (Later Bottled Vintage) 2004

Exclusivo e precioso. Passou muito tempo guardado no carvalho até ser apreciado. Tânico, cor intensa, aroma amadeirado, licoroso! Pede um acompanhamento robusto, à sua altura. Harmonizamos usando o conceito da semelhança, com um gorgonzola alemão salgado bem marcante. Um complementou o outro com perfeição.

Parte IV: Ruby

Chegando à quase o quê, exclusivamente, entendiamos sobre Vinho do Porto: harmonizá-lo com chocolate. Não é errado. Na verdade, é bom demais. O nosso Ruby veio com um brownie não muito doce. Dos deuses!!

Parte V: Vintage 2011.

Da última década dos Vintages, essa é a melhor safra. O Vintage representa qualidade superior. Harmonizamos com chocolate meio amargo Lindt. Precisa explicações?????

Aprendeu? Consegui te convencer??? Acho que sim.

Fernando Oliveira, nosso “professor” e gerente de Exportação do Grupo Cálem Portugal, que nos propiciou essa degustação inesquecível, disse que já promoveu jantares com harmonizações com Vinho do Porto da entrada à sobremesa. Como vimos, isso é totalmente possível!!

Fernando Oliveira

A marca Porto Cálem ( https://calem.pt/ ) , em parceria com a Interfood ( http://www.interfood.com.br/ ) e Laticínios Marcelo ( https://www.laticiniosmarcelo.com.br/ ) primaram pela competência. Noite regada a conhecimento e paladar.

Sem redundâncias, mas sempre que me refiro a eventos promovidos pelo Laticínios Marcelo, com sua ótima equipe, tenho que dizer que foi perfeito. Pronto…fui redundante !!!!!!!!

Amiga de degustação e os anfitriões!
Adorei essa família!!!!!!!
Degustador mais que satisfeito. Obs: ele é gastro! Se o médico recomenda…..